Os 17 melhores momentos de 2013

locker

Entre 1 de janeiro e 1 de dezembro de 2013, muita coisa aconteceu. Diversos momentos memoráveis tomaram os ringue da WWE. Escolhi os 17 mais memoráveis momentos do ano. Por que dezessete? Porque consegui lembrar de 17. Se lembrasse de 20, seria ótimo. Mas apenas 17 vieram à minha cabeça. Enfim, aí estão os 17 melhores momentos de 2013:

17) Pimpin’ ain’t easy!

Godfather

Todo ano, o aspecto mais esperado do Royal Rumble são os retornos. Como os 30 participantes da luta são secretos, sempre retornam lendas e ex-lutadores fazendo participações especiais. Neste ano, Sin Cara, Rey Mysterio, Goldust, Chris Jericho retornaram. The Godfather, fora da WWE desde 2002, também fez uma participação, permanecendo na luta por poucos segundos (link! + link! + link! + link! + link!).

16) Mr. Monday Night no Money in the Bank

RVD

Durante toda sua passagem pela TNA desde 2010, Rob Van Dam foi duramente criticado por lutar quase dormindo. Simplesmente passando de movimento à movimento sem emoção. A paixão parecia não existir. Durante o Payback, em junho, a WWE anunciou que RVD retornaria à companhia durante o pay-per-view Money in the Bank. Apenas utilizando vídeos promocionais, a WWE conseguiu fazer o retorno de Van Dam ser muito aguardado pelos fãs, até mesmo pelos mais cautelosos por conta da sonífera passagem do Mr. Monday Nights pela TNA. Quando Van Dam retornou durante o Money in the Bank em 14 de julho, a plateia explodiu. Após o retorno, RVD fez uma estranha aliança com Ricardo Rodríguez e teve uma série de lutas com Alberto Del Rio pelo World Heavyweight Championship. Nesta passagem pela WWE, ao menos, Van Dam não foi preguiçoso como em seu trabalho anterior (link!).

15) “We the people!”

Colter

Quando muitos já haviam perdido as esperanças em Jack Swagger, o All-American American aliou-se a Zeb Colter em 11 de fevereiro. Colter, o histórico Dutch Mantell, que também já havia sido Uncle Zebekiah nos anos 90, retornou à WWE com estilo, com um personagem xenófobo e polêmico. No Elimination Chamber, Swagger e Colter ganhariam um tema musical incrível (link! + link da música!).

14) Sweet Home Chicago

PunkChicago

Depois de ser derrotado por The Undertaker no WrestleMania 29, CM Punk deixou a WWE por dois meses para tratar algumas lesões recorrentes. No Raw de 27 de maio, o agente de Punk, Paul Heyman, aceitou um desafio de Chris Jericho para uma luta entre Punk e Jericho, revanche do WrestleMania XXVIII, no WWE Payback, em Chicago, cidade-natal de Punk, que retornou com uma barba estilo mutton chops. E, claro, com o total apoio da plateia (link!).

13) Ziggler e a plateia pós-WrestleMania

Ziggler

O Raw de 8 de abril, um dia após o WrestleMania 29, teve uma plateia peculiar. A plateia da noite foi formada por um grande número de espectadores europeus, o que rendeu ao Raw uma das mais marcantes plateias da história. Durante todo o programa, a plateia torceu por quem queria, gritou o nome de antigos lutadores, gritou pelos comentaristas e locutores, cantarolaram a música-tema de Fandango… mas a grande reação da noite aconteceu quando Dolph Ziggler utilizou seu contrato de Money in the Bank, derrotou Alberto Del Rio e conquistou o World Heavyweight Championship (link!).

12) RIP Bearer

Bearer

Um dos maiores agentes (managers) da história, Paul Bearer, o legendário agente de The Undertaker, faleceu em 5 de março. O episódio do Raw de 11 de março foi iniciado por um vídeo-tributo à Bearer. Após o vídeo, The Undertaker foi ao ringue prestar suas homenagens… sendo interrompido por CM Punk. Muitos detestaram o segmento, achando de mau gosto. A interrupção e o discurso de Punk, no entanto, chegaram ao limite, sem desrespeito ao falecido Bearer. A reação da plateia, claro, foi memorável (link!).

11) Undertaker versus Shield

HellNoShield

No Raw pós-WrestleMania, em 8 de abril, The Undertaker fez uma rara aparição. Após dedicar sua vitória contra CM Punk na noite anterior ao falecido Paul Bearer, Undertaker foi interrompido pela Shield (Roman Reigns, Seth Rollins e Dean Ambrose). A antecipação de um possível ataque levou a plateia ao delírio… e a salvação de Undertaker por Team Hell No (Kane e Daniel Bryan) fez o mesmo (link!).

10) Troca-troca

DelRioZiggler

No Money in the Bank, Dolph Ziggler retornou de uma concussão para defender o World Heavyweight Championship contra Alberto Del Rio. Neste combate, a WWE fez uma raridade. Criou uma situação na qual, ao mesmo tempo, mudou o alinhamento dos dois participantes. Del Rio, o mocinho, lutou de forma violenta, aplicando diversos chutes na cabeça de Ziggler e vencendo o combate. Ao fim, Del Rio havia se tornado um vilão e Ziggler, um mocinho (link!).

09) Traição no alto de uma escada

Sandow

Quem esperava que os membros do Team Rhodes Scholars, Damien Sandow e Cody Rhodes, trabalhassem juntos durante a luta Money in the Bank para definir o Mr. Money in the Bank do World Heavyweight Championship, se enganaram. Ao fim do combate, quando Cody iria vencer, Sandow o traiu, o derrubou da escada e recuperou a maleta, sagrando-se vencedor. A traição somada à atuação de Rhodes durante a luta o transformou em um mocinho e, Sandow, em um vilão mais detestável. No fim das contas, Damien se tornaria o primeiro lutador a usar seu contrato Money in the Bank e perder (link!).

08) O retorno da lenda

Sammartino

Uma das bandeiras da administração de Triple H no comando de facto da WWE é a recriação de antigos laços quebrados por Vince McMahon. Foi assim com Ultimate Warrior, por exemplo. A maior reconciliação, no entanto, foi entre a WWE e Bruno Sammartino. A lenda-viva, o Campeão da WWE com mais dias como campeão… que só não estava no Hall da Fama da WWE por discordâncias com o produto: nominalmente, a administração McMahon. Com Triple H, Sammartino aceitou ser introduzido ao Hall da Fama (com um discurso de Arnold Schwarzenegger), a aparecer no WrestleMania 29 (seu primeiro WrestleMania), em um Raw em Pittsburgh, aparecer no vídeogame WWE 2k14 (como DLC)… enfim, voltou às boas com a WWE (link!).

07) Nocaute!

ShowHHH

Como o gigante oficial da WWE, Big Show teve que se curvar ao regime de Triple H e Stephanie McMahon. Humilhado semana após semana pela manipuladora Stephanie, que lhe dizia controlar suas finanças, Big Show foi obrigado a nocautear aqueles que se opunham ao regime, como The Miz e o sexagenário Dusty Rhodes. Show retornou ao Raw na mesma noite em que foi “demitido”, em 7 de outubro e finalmente teve sua revanche, destruindo a Shield e nocauteando Triple H (link!).

06) De volta ao topo

Rock

Quando finalmente foi explicitado que CM Punk defenderia o WWE Championship contra The Rock no Royal Rumble, o vencedor era claro. Com uma luta sofrendo as desnecessárias interferências da Shield e a de Vince McMahon, The Rock derrotou Punk, encerrando seu reinado de 434 dias e conquistando o título pela primeira vez em 10 anos. Mesmo muitos considerando o momento como ruim, é, com certeza, marcante. (link!).

05) “We’re here”

Wyatt

Sucesso no NXT, a Wyatt Family começou a ser anunciada no elenco principal da WWE em maio. Bray Wyatt, Luke Harper e Erick Rowan eram mostrados em vídeos semanais e o que eles fariam quando estreassem manteve-se um mistério até o Raw de 8 de julho. Em uma das estreias melhor elaboradas pela WWE, um repórter teria sido mandado para procurar os membros do grupo, com flashes durante o programa. O repórter acabaria sequestrado pelo grupo, que apareceria em vídeos durante o Raw. Kane teve sua comemoração pós-luta cortada por mais uma aparição do trio. Desta vez, Wyatt fez um incrível discurso, finalizando com “We’re here”, frase que anunciaria a entrada mais épica do ano (link! + link da plateia!).

04) Mark Henry se aposenta… #sóquenão

Henry

Depois de um tempo afastado dos ringues, Henry voltou ao Raw em 17 de junho, interrompendo John Cena para anunciar sua aposentadoria. Vestindo seu gigantesco terno cor-de-rosa, o grandão chorou, emocionou a plateia, conseguiu que todos lhe agradecessem aos gritos por sua carreira… e atacou Cena, aplicando-lhe o World’s Strongest Slam antes de pronunciar a farsa. O segmento lhe deu uma luta pelo título no Money in the Bank e, depois, lhe tornou um mocinho (link!).

03) Do céu ao inferno

TripleHBryan

No SummerSlam, Daniel Bryan desencadeou a maior história do ano ao derrotar John Cena para conquistar o WWE Championship. Uma comemoração seguiu logo em seguida. E com razão: Bryan desafiou a estética padrão da WWE, derrotou o maior nome da companhia e conquistou o maior título do wrestling. Bryan estava no céu. No entanto, já diz o clichê: quanto maior o voo, maior a queda. Durante a comemoração, Randy Orton, o Mr. Money in the Bank andou até o ringue, fazendo menção de desafiá-lo pelo título, mas, aparentemente, desistiu. Até Triple H trair Bryan e aplicar-lhe um Pedigree. Orton, então, fez o pin em Bryan e tomou-lhe o título. Na noite seguinte, formou-se The Authority, formada, então, por Triple H, Vince e Stephanie McMahon, Orton e The Shield. E o grupo passou a ir contra Bryan, lhe humilhando e trapaceando, fazendo com que ele perdesse luta após luta pelo título. Hoje, a história está morna. No entanto, ainda existe a possibilidade de Bryan finalmente reconquistar o título: Royal Rumble e WrestleMania XXX (link! + reação da plateia!).

02) A cavalaria!

Cavalaria

Raw após Raw, Triple H e seu grupo ameaçaram e puniram todos os lutadores contra seu regime. Dolph Ziggler, Zack Ryder, Cody Rhodes… o alvo principal, claro, foi Daniel Bryan. No Raw de 16 de setembro, os lutadores finalmente cansaram do regime. Antes que Randy Orton e os membros da Shield quebrassem o pescoço de Bryan com uma cadeira, um grupo de lutadores os atacou e salvou Bryan, num dos momentos mais inspiradores do ano (link!).

01) A redenção dos Rhodes

Rhodes

Durante o regime de Triple H e Stephanie, Cody Rhodes foi “demitido” após ser derrotado por Randy Orton devido a uma estipulação de Triple H. Goldust, meio-irmão de Cody, retornou à WWE em sua melhor forma em muito tempo, para tentar reconquistar o trabalho do irmão. Também foi derrotado por Orton. O patriarca da família Rhodes, o lendário Dusty Rhodes, foi afastado de seu trabalho como Comissário do NXT e nocauteado por Big Show. No WWE Battleground, com Dusty no córner, Cody e Goldust derrotaram Roman Reigns e Seth Rollins para conquistar o trabalho dos dois. Após o fim do combate, diversos lutadores e produtores foram comemorar com os Rhodes. Toda a história da família e a vitória deles, aliado ao talento dos irmãos Rhodes e a história construída entre os irmãos lutando por seu emprego e por seu sonho fizeram deste o momento do ano (link! + entrada ao vivo!).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s